marcosmattos.net

|

◄◄[HOME]…….[BUSCAR NO BLOG]►►

Sugestão de mini estúdio caseiro para Still

março 24th, 2009 at 11:47

Olá PESSOAL…

Como o ramo da fotografia sempre nos leva a fazer pesados investimentos para alcançar excelência, é muito comum colocarmos a criatividade para funcionar bem ao estilo “TABAJARA”. Pensando nisto, e aproveitando minha ausência por força maior, num final de semana desses resolvi criar um mini estúdio para fazer fotos STILL, e agora venho aqui dividir com todos essa minha experiência de “Professor Pardal”. O material utilizado foi o seguinte:

O que preciso providenciar para fazer este mini estúdio caseiro?

- 01 (uma) caixa de papelão (na foto abaixo tem as medidas), custo zero;
- 02 (dois) metros de TNT branco (pode ser do baratinho), R$ 6,00 (em média);
- 02 (duas) folhas de EVA para fundo infinito (branco e preto, para uso de acordo com a característica do assunto a ser fotografado), R$ 4,00 (em média);
- 01 (um) frasco pequeno de cola branca comum, R$ 3,00 (em média).

Para ter um efetivo rendimento de boa e equilibrada luminosidade, é necessário o uso de 03 (três) pontos de luz fria fluorescente, que pode ser aquela lâmpada caseira de 25w, os quais se limitam ao teto do mini estúdio e nas laterais. Não citei preço porque esse produto varia de preço por região e comércio onde se vá comprar. A forma como se vai estruturar a colocação das lâmpadas, deixo a critério da criatividade de cada um, mas é importante que cada lâmpada respeite uma distância mínima de 20cm das laterais e teto do mini estúdio, pois se colocada muito próximo, ou seja, rente ao TNT das paredes, a sombra aparecerá de forma inevitável, salvo se você reduzir a potência da lâmpada (tipo 15w), o que não é aconselhável. Não use lâmpada incandescente, porque ela produz um tom amarelo que interferirá na cor do assunto a ser fotografado, além de possuir baixo poder de difusão mesmo utilizando o TNT, provocando também o aparecimento de sombras duras, que não é o correto para essa finalidade fotográfica.

Sobre o tipo de lâmpada fluorescente
A lâmpada que eu utilizo é aquela que usamos dentro da residência, rosqueada a um bocal comum conhecido como bocal “E27″, que é o termo técnico.

IMPORTANTE - Sobre a potência
Como está escrito acima, sugeri que sejam de 25w para cada uma, lembrando que esta potência deve ser a potência real da lâmpada, a que vem inscrita no corpo dela, e não a equivalência a uma lâmpada comum incandescente (aquelas tradicionais). Com a entrada deste tipo de lâmpada no mercado brasileiro, as variações de potência acabaram se sucedendo para atender a demanda daquelas pessoas que precisam de maior luminosidade, daí, também é válido optar por lâmpadas de maior potência, o que apenas favorecerá numa fotografia cada vez mais rica de detalhes, afinal, uma boa luz é o principal elemento que favorece para se obter ótimas fotografias.

Eu utilizei apenas 01 (um) ponto de luz na parte do teto, o que considero inadequado, mas mesmo assim obtive resultados bem interessantes. Todavia, quando os 03 (três) pontos de praxe são utilizados, o resultado é completamente adequado aos padrões de uma mesa de still.

Curiosidade a ser observada

Quando for fazer as fotografias de still, é comum que você fique à frente da entrada do mini estúdio, por isto, recomendo não usar camiseta colorida (use camiseta/camisa branca), pois a luz das lâmpadas refletem de forma rebatida a cor do tecido no objeto e acaba adulterando o tom original (é o mesmo efeito que ocorre quando você rebate um flash numa parede colorida… o sensor da máquina captura isso).

Fotos ilustrativas da estrutura com as medidas

A fim de dar uma explicação mais visual, reforçando o explicado acima, abaixo estão as fotos contendo as medidas que cada parte da estrutura deve obedecer para alcançar os resultados obtidos.

NOTA: Gostaria de fazer uma ressalva de acabamento na estrutura… observem nas fotos da parte interna do mini estúdio que algumas partes das superfícies do papelão apresentam-se visíveis, portanto, e para não se correr o risco delas influenciarem no tom da cor do objeto que está sendo fotografado (que é possível de acontecer), é altamente recomendável que sejam pintadas com tinta guache branca (é prático e rápido), ou então revesti-las com o tecido TNT.

Espero que apreciem, e se tiverem idéias que possibilitem a melhoria do projeto, tragam para que possamos “trocar figurinhas”.

CARACTERÍSTICAS DA ESTRUTURA:

image_thumb

image_thumb1

RESULTADO FINAL

image_thumb2

image_thumb3

image_thumb4

image_thumb5

image_thumb6

image_thumb7

Abração à todos.

Marcos Mattos

67 Responses to “Sugestão de mini estúdio caseiro para Still”

  1. K-prA Says:

    MUITO BOM SEU ESTUDIO! obrigado pela dica… achei de uma qualidade absurda as fotografias…
    Pretendo concretizar um projeto parecido (um pouco mais caro) com algumas diferenças…
    Primeiramente, como o EVA é flexivel, vou tentar acondicionar tudo numa maleta.
    Segundo: O que você acha de fazer a iluminação difusa por reflexão, explico melhor… pq não colocar a luz dentro da caixa e esperar que o objeto seja iluminado pela reflexão das paredes (de EVA ou TNT mesmo) iria tornar o projeto mais portatil, vou fazer umas experiencias aqui e compartilharei os resultados, mas se vc jah quebrou a cabeça com isso, por favor me dê um toque.

    Abraço!

    RESPOSTA:

    Olá Lucas,

    Antes gostaria de agradecer por sua visita e registro da mesma por intermédio do seu comentário. Já experimentei fazer o rebatimento da luz na folha de EVA, mas o resultado não foi nada satisfatório, pois o que resolveu mesmo foi a projeção da luz sobre as duas camadas do TNT branco, logo, aconselho o amigo a desistir da idéia. Quanto a fazer um mini estúdio portátil ao ponto de carregá-lo dentro de uma mala, já vi em alguns fóruns experiências realizadas nesse formato que sugeriu, e confesso que não me agradei da qualidade de iluminação, até mesmo pelo fato de limitar a fotografia de still a objetos muito pequenos, algo que não ocorre com com este meu projeto de “Professor Pardal”, rs, e também não impede de ter boa motilidade por seu formato um poucomais portátil.

    Abraço :o))

  2. K-prA Says:

    ah… queria também saber como você setou sua camera para obter esses resultados… que asa? q obturação?

    RESPOSTA:

    Quando se fala em “ASA”, significa que está se usando filme fotográfico, contudo, todas as fotos postadas neste artigo foram feitas com uma câmera digital, sendo assim, não posso prestar-lhe essa informação, até mesmo pelo parco conhecimento que possuo em filmes fotográficos… não arriscaria lhe prestar um dado inconsistente. Mas se vai usar uma digital, peço que me informe qual delas mais lhe chamou atenção, e terei o prazer de lhe informar o EXIF completo da imagem.

    Abraço! :o))

  3. K-prA Says:

    Muito obrigado, Marcos, pela pronta resposta.
    De certo me equivoquei ao usar o termo ASA… pra mim, era o mesmo que ISO em inglês. (variavel presente na minha camera)
    Eu possuo uma DSC-S730… confesso que foi uma escolha infeliz. Na hora de adquiri-la dei importancia somente ao preço, a marca sony e ao peso (pois sempre ouvi falar que cameras mais pesadas são mais estaveis aos clicks).

    Meu objetivo é fotografar calçados (da loja da minha mãe) para divulga-los através de fotoalbum na internet… por isso o mini estudio me convem.

    Achei ontem seu site na web, ainda não tive tempo de le-lo, mas farei isso por completo em breve (jah assinei o feed inclusive) e aproveito para parabeniza-lo pela iniciativa de disponibilizar informações tão valiosas a fotografos amadores como eu que as vezes não tem grana ou tempo de fazer um curso…

    Sucesso!

    RESPOSTA:

    Caro Lucas,

    Meu blog é fruto de mais de um ano de pesquisa e leitura pela internet, e na verdade 95% do conteúdo tem seu mérito naqueles que foram igualmente generosos em divulgar bons artigos na web. O meu papel neste contexto, foi o de aprender, filtrar os melhores e confiáveis, e concentrá-los todos neste espaço, postados com os devidos créditos a cada um que escreveu (vide no rodapé de cada artigo). Neste formato, o blog está aos poucos se tornando um pool dessas informações, antes soltas pelo mundo virtual (ou mal divulgadas). Para você ter uma idéia, inaugurei este espaço dia 18/12/2008, e já conta com quase 15 mil visitas… pode parecer pouco, mas em se tratando de um blog informativo - e não recreativo - posso considerar que seja um número surpreendente.

    É isso aí… continue visitando o blog - e divulgue-o também -, e quando precisar de algo basta entrar em contato… se eu não puder lhe responder de pronto, pesquisarei o assunto e todos nós aprenderemos juntos.

    Abraço! :)

  4. Haydee Vieira Says:

    guri muito boa a dica, vlw mesmo.
    bjus Little Panga’s

  5. LF Cardoso Says:

    :mrgreen: Valeu mesmo cara, vou comprar o material e montar meu studio, qdo tiver com as fotos coloco aqui.

  6. LF Cardoso Says:

    Só uma dúvida, vc usou o que pra fixar EVA, durex?

    RESPOSTA:

    Caro Visitante,

    Antes, quero agradecer por sua importante visita ao blog. Sobre a questão da fixação da folha de EVA, observe que na foto nº 2 da sequência eu instruo que não se fixe o material, justamente para que acha a adequação da folha de acordo com o enquadramento que estiver sendo feito. Como o EVA tem uma superfície porosa, não correrá o risco de deslizamento da folha. Aguardo suas fotos após a montagem do seu mini-estúdio.

    Abraço :)

  7. luis Says:

    Olá amigo, gostei muito das fotos e vou fazer isso. só uma pergunta: qual camera você usou?
    Eu tenho uma canon sx10 IS. Oque você acha? posso ter fotos satisfatórias com ela? Minha intenção é fotografar produtos mesmo!

    Agraceço a atenção e aguardo respostas! Abs

    RESPOSTA:

    Caro Luis,

    Pode estar certo que fará excelentes registros de Still com a sua Canon SX10is, sem a menor dúvida. Pra você ter uma idéia da grande possibilidade de bons resultados, todas as fotografias de still deste post foram executadas com uma Canon S5is, a antecessora da sua. Portanto, é só clicar e partir para o abraço! Sucesso!!!

  8. luis Says:

    Obrigado pela resposta!

    Só uma pergunta:
    Já que você conhece esta máquina da canon, gostaria de saber se além de fotos Still, eu poderia atuar com eventos, books, entre outros?
    Como você tem uma canon S5 IS você algma vez trabalhou com ela para tais finalidades? Quais as limitações?

    Desculpe várias perguntas, mais eu necessito de respostas de pessoas que já trabalham na area e já são experientes.

    Abs!

    Luis carlos

    RESPOSTA:

    Para evitar futuras respostas por aqui, estou te add no meu msn, assim poderá tirar suas dúvidas on-line… que é mais prático.

    Abs

    Marcos Mattos

  9. Assis Says:

    Caro Marcos,

    Parabéns pelo blog, já está nos favoritos.
    Muito bom esse post, me ajudou muito.

    Assis Filho

    RESPOSTA:

    Caro Assis,

    Fico feliz por saber que o blog tem oferecido um bom conteúdo didático.
    Mas qualquer assunto que não encontre aqui, basta mandar um e-mail
    ou deixar um comentário que eu providencio a publicação de um post
    contendo o tema procurado.

    Abraço e bons clicks!

    Marcos Mattos

  10. Fábio Says:

    olá, muito legal a ideia e as fotos, vou fazer o meu nese feriado, viu, tenho uma h50 da sony, conseguirei boas fotos still com ela?tem ideia de configuracao?sei q o melhor é ir tentando mesmo..mas um ponto de saida seria util..abraços!!!

    RESPOSTA:

    Olá Fábio,

    Obrigado por sua visita e participação com comentário, ambos igualmente importantes.

    Sony H50

    Sua câmera é essa da foto acima, equipada com uma lente Carl Zeiss (uma das marcas de lentes mais renomadas no mundo). Não posso orientar-lhe em termos de fotometria com ela, pois nunca a utilizei sob atividade frequente de fotografia, apenas para meu breve conhecimento do equipamento. Mas, a julgar pelas fotos que testei e pelas fotos de colegas fotógrafos, posso te garantir que fará excelentes registros de Still. Para que você tenha uma noção, sua câmera é equivalente a câmera Canon S5is, a qual utilizei para fazer as fotos de demonstração no post. Por isso, sou solidário a sua proposta por mera falta de intimidade com esse seu modelo, ou seja, “o melhor é ir tentando mesmo“. No blog aconselho que leia também este artigo DICAS PARA STILL LIFE, vai contribuir muito para o seu desempenho nas primeiras fotos.

    Abraço e bons clicks!

    Marcos Mattos

  11. Cássio Says:

    Olá Marcos. primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo site e pelas dicas que você disponibiliza…
    Queria tirar uma dúvida à respeito da caixa, nas laterais e em cima você a recortou e deixou somente a moldura da caixa? cobrindo os “buracos” com o TNT branco?, só mais uma perguntinha de iniciante, a iluminação você faz por fora da caixa ou por dentro mesmo ? porque você em um momento da explicação fala para não deixar-mos a luz muito próxima pra criar um sombra dura…

    Valeu, abração !!!

    RESPOSTA:

    Olá Cássio,

    Obrigado por sua visita e comentário no blog, volte sempre que precisar ou quiser participar com idéias e experiências na área da fotografia, terei o prazer em publicá-la aqui dando os créditos a você.

    Repare que a caixa foi envolvida por uma camada dupla de TNT branco, mas pela parte externa (observe que a “moldura” está por dentro). Quanto a iluminação, esta sempre deverá ser feita pelo lado de fora da caixa, justamente para que ela sofra a difusão ideal provocada pelo TNT, o qual tem a finalidade única de evitar a luz dura indesejada, provocando as sombras não concebíveis em fotos de still (algumas minhas tiveram uma sombra suave porque estava utilizando apenas um único ponto de luz, como comento no post). Ainda sobre isso, a luz, se você aproximá-la demais do TNT, ele não conseguirá fazer a difusão da luz da lâmpada naquela potência sugerida, e isso é em razão do pequeno espaço interno entre as paredes da caixa. Para aproximar mais a lâmpada pelo lado externo, será necessário ampliar proporcionalmente o espaço interno do mini estúdio. Espero que tenha resolvido sua dúvida, e se não, poderemos retornar ao assunto, por aqui ou por e-mail.

    Abraço

    MARCOS MATTOS

  12. sidnei Says:

    opa marcos,

    muito boa sua dica, em poucos minutos fiz um mini estudio com base neste seu modelo.

    como era noite e eu não tinha condição de comprar tnt e eva, coloquei um papel fino claro que eu guardava aqui desde 1914 de umas marmitex que havia comprado…rs…mesmo fazendo fotos no automatico, segurando na mão e com folhas de sufite ao fundo, achei que o mini estudio ficará legal.

    meus parabens pela dica e forte abraço

    sidnei

    RESPOSTA:

    Olá Sidnei,

    Agradeço sua presença no blog e principalmente por participar com seu comentário incentivador. Agora já sabe o caminho… e espero que produza ótimas fotos de still com o pequeno mini estúdio “tabajara”, rs.

    Abraço

    Marcos Mattos

  13. sidnei Says:

    opa marcos,

    coloquei 5 folhas de tnt em cada face da caixa

    veja o resultado (camera usada S7000).

    RESPOSTA:

    Olá Sidnei,

    Recebi suas fotos que resultaram do mini estúdio que foi divulgado aqui. Por sua dedicação e constante visita ao blog, resolvi prestigiá-lo publicando algumas das suas fotos, assim todos os nossos leitores verão que a idéia dá certo.

    Obrigado por sua credibilidade e participação.

    Abraço

    Marcos Mattos

  14. Edu Estefano Says:

    Daew cara, parabéns pelo blog….
    Tenho uma dúvida, como você segura e prende
    as lâmpadas pelo lado de fora?

    Um abraço….

    RESPOSTA:

    Olá Eduardo,

    Obrigado por estar frequentando o blog, sua presença é importante. A questão das lâmpadas foi uma parte que eu deixei para o critério de criatividade de cada um, por isso que não sugeri nada no post. A razão de ter feito isso, é pelo fato de não onerar a proposta de custo barato do mini estúdio, pois eu poderia sugerir uma idéia que de repente não ficasse adequada “para o bolso” de alguns leitores. Sendo assim, estabeleci apenas o tipo de lâmpada e a sua potência adequada para o volume cúbico do mini estúdio.

    Mas se quiser uma idéia, a estrutura externa de luz pode ser feita com madeira (compensado, daqueles baratinhos, nem precisa ser MDF, rs), arame rígido, pequenas luminária de escrivaninha (daquelas bemmmm baratinhas)… e por aí vai. Abuse da sua criatividade, mas sempre cuidando do aspecto de segurança, pois estará fazendo uma estrutura para uso com energia elétrica, e todo o cuidado é pouco.

    Abraço

    Marcos Mattos

  15. Concita Says:

    Oie migo ja favoritei a pag aqui, vou tentar fazer rsrs, espero conseguir.
    Beijos

    RESPOSTA:

    Oi, querida amiga… tenho certeza que realizará ótimos clicks de still… confio na sua dedicação.

    Beijo

  16. Gislene Says:

    Olá Marcos, como vai?

    Gostei da sua invenção. Estas fotos que você postou, você as editou no photoshop, ou este já é o resultado da foto original? Pois eu fiz este mini estudio, mas minhas fotos ficam até bacana, mas ficam com sombra, no fundo. Será que você poderia me dar algumas dicas. Eu tirei as minhas próprias fotos de biscuit para meu site.

    Até o momento, agradeço sua atenção
    ===================================
    Olá Gislene,

    Coisa boa vê-la deixando um comentário no blog. Olha, as dicas são basicamente aquilo que eu instruí no post… MAS ATENÇÃO… o maior segredo, e regra, para evitar as sombras indesejadas, é utilizar os três pontos de luz branca dentro da potência e distância sugeridos. No caso daquelas fotos de eu fiz e postei, como eu usei um único ponto de luz (o que é errado, e não aconselho), a tática para evitar a sombra dura foi afastar a lâmpada que estava na parte superior da caixa até atenuar a sombra. Contudo, o afastamento reduzirá também a luminância no interior da caixa, daí o “pulo do gato” é aumentar o tempo de exposição paralelo a profundidade (abertura em f/8.0 dá ótimos resultados, vá testando e considerando a distância em que colocar a luz, daí é ajustar a fotometria de TEMPO DE EXPOSIÇÃO x ABERTURA, o êxito será inevitável).

    As fotos sofreram apenas ajustes básicos, nada de edições elaboradas. Pode apostar no mini estúdio, ele funciona de verdade, rsrs… Veja este post onde publiquei as fotos de um leitor do blog que construiu, testou e aprovou o mini estúdio: http://www.marcosmattos.net/blog/?p=145 … Ficarei esperando suas fotos para postar também ;o))

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo

  17. Gislene Says:

    Oi Marcos, deu certo como faço para postar no seu blog. Eu usei só um ponto de luz em cima, dei só uma ajustada na cor, mas o que eu queria deu certo, Ah, também usei uma lâmpada de 15w

  18. Eliel Says:

    Marcos

    Achei exatamente o que estava procurando aqui.
    Parabéns pelas dicas maravilhosas.

    Eliel

  19. André L P. Says:

    Parabens Marcos Execente!
    Sem mtos gastos para fazer e o resultado é Fantastico!
    Abraço!

    RESPOSTA

    Olá André

    De fato é bem por aí, barato e cumpre o que promete com grande eficiência.

    Abraço e obrigado por sua visita e comentário.

  20. Rafael Rosa Says:

    Olá,

    Adorei a matéria, vou compartilhar uma iniciativa minha.

    Caixa de papelão da impressora,
    Uma folha de papel manteiga.
    Fita Durex
    Estilete.

    Cortei 3 buracos (uma em cada lateral e um no “teto”)

    Coloquei o papel manteiga, em cima vai uma luminária de casa mesmo, nas laterais fiz com duas fontes de luz fria, como as primeiras fotos a luz lateral não estava como eu queria, peguei a tampa que sobrou dos buracos e fiz uma proteção com papel alumínio (de cozinha mesmo) e improvisei um “direcionador da luz” fazendo ela ficar mais forte para dentro da mesa Still.

    segue algumas fotos: http://www.flickr.com/photos/rafaorosa/

    O resultado me agradou uma vez que gastei apenas R$12,00 já que a maioria das coisas eu tinha em casa, somando tudo não passa de R$50,00.

    ==============================================

    Olá Rafael Rosa,

    Muito legal a sua iniciativa compartilhando com todos a sua experiência criativa sobre mais essa opção de mini estúdio. Agradeço por sua valorosa participação.

    Abraço

    Marcos Mattos
    Fotógrafo

  21. Fábio Says:

    como vc conseguiu esse resultado, ficou mto bom mesmo, eu ainda nao consigo esse fundo branco e os objetos com as corres vivas onde será q estou errando? estou usando luz contínua flourecente e faço o balanço do branco na máquina.

    se puder me ajudar serei mto grato e mto obrigado pelas dicas q tenho no seu blog.

    resposta:

    Olá Fábio,

    Terei o prazer de esclarecer suas dúvidas, e como no momento estou com pouquíssimo tempo, mande seu questionamento para o meu e-Mail: marcosmattosfotografia@gmail.com. Assim que puder eu responderei.

    Marcos Mattos
    Fotógrafo

  22. Fábio Says:

    cara só mais uma pergunta vc mexeu na cor dos objetos e na cor fundo?
    vc tirou elas em raw?

    abs e mto obrigado mesmo

  23. Duarte Nuno Says:

    Boa Tarde,

    Pretendia saber melhor o que é tecido TNT e folha de EVA.
    Grato pela sua informação…
    Agradecia se me podesse dar uma ajuda. Sou de Portugal e perunto às pessoas pelo tecido tnt e Eva e ninguem conheçe. Se poder por e-mail agradecia.

    Durte Nuno.

    RESPOSTA:

    Olá Duarte Nuno,

    Obrigado por estar frequentando o meu blog. A sua dúvida sobre o significado das siglas “TNT” e “EVA”, poderá ser esclarecida no post que já está publicado aqui no blog:

    LINK: http://www.marcosmattos.net/blog/?p=136

    Abraço

    Marcos Mattos
    Fotógrafo

  24. Duarte Nuno Says:

    Boa Noite,

    Eu comprei um TNT, com o nome de feltro como se encontra na wikipedia…
    mas parece-me que este material que comprei absorve muito a luz.

    No entanto tirei foto com um telemóvel, tem 5mg pixel, e lente carl Zeiss…também não estou a usar foco, mas sim candeeiro, e são 3 lâmpadas florescentes frias.
    também poderá ser este o problema, certo?

    foto foi por email

    Muito obrigado pelo tempo dedicado…
    Espero mostrar-lhe melhores resultados.

    Duarte Nuno.

    RESPOSTA:

    Fala sério Duarte…

    Todas as dicas que dei aqui no blog foram muito claras em relação ao tipo de equipamento a ser utlizado, e você nâo está fazendo fotos com a estrutura que orientei. Ao que me parece, está fazendo com um celular.

    Por isto, pense que este blog pensa em fotografias de forma no mínimo com DSLR.

    Desculpe pela sinceridade.

    Marcos Mattos
    Fotógrafo

  25. Vinicius Valiense Says:

    Oi Marcos,

    Cara fiquei impressionado com a qualidade das imagens, e vou aplicar no meu trabalho com certeza.
    Vlw pela dica.

    RESPOSTA:

    Olá Vinicius Valiense,

    Bacana você ter compartilhado sua experiência com a sugestão do mini estúdio de still. Continue frequentando o blog, aqui sempre encontrará bons artigos.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  26. Grace Sanches Says:

    Parabéns adorei a ideia,irei fazer esse fds !

    Bem a caixa voce pintou de cinza não,e isso mesmo?

    RESPOSTA:

    Olá Grace Sanches,

    Não pintei de cinza (parte externa), todavia, no interior do box é imprescindível que tudo seja branco (tudo mesmo), pois quaisquer elementos que ocorram fora da cor branca, irá refletir no objeto e interferir na cor real dele (isto é o fundamento do rebatimento de luz).

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  27. Rene Sarli Says:

    Marcos, montei uma mesa de madeira com cerca de 70cm curvada e comprei 2 holofotes difusores específicos para fotografia e lampada de 5400k de cor. Minha câmera é uma Rebel XT e não consigo chegar a nenhuma foto satisfatória. Será que ajudaria com algumas dúvidas minhas? A primeira seria qual a regulagem ideal da máquinha? M (manual), P ou outro? No manual, fiz tentativas com todos os isos e variando sempre a abertura. O fundo nunca fica infinito e quando chego perto disso o produto começa a clarear também e perder cor. Os produtos que preciso fotografar são calçados femininos, por isso a cor precisa ser bem fiel. Tem alguma dica para mim ?

    RESPOSTA:

    Olá Rene Sarli,

    Dê uma olhada no EXIF das minhas fotos, ajudará a você compreender melhor como se comporta a fotometria de still.

    Sobre o modo na câmera, experimente no modo “M” (MANUAL) e também no modo “AV” (aperture value, valor de abertura, também conhecido como modo de prioridade de abertura). Outra coisa é a temperatura da luz, 5400k é uma temperatura muito quente para este tipo de trabalho, podendo afetar de forma severa a tonalidade das cores. Use lâmpada de luz branca (aquela que tem um formato em espiral é bem adequada para este tipo de trabalho). É muito importante também que use um tecido TNT branco para exercer o efeito de difusor da luz, de forma a evitar que ocorram sombras, e que também podem acontecer mesmo usando luz branca (as sombras ficarão bastante suaves, e dependendo da distância em que os refletores sejam colocados, ela praticamente sumirá).

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  28. Thais Docki Says:

    Muito boa a idéia, não entendo nada de fotografias, mas estou precisando estudar o assunto por necessidade. Hoje vou me arriscar no mini estúdio e depois venho aqui contar se obtive sucesso na construção dele.

    RESPOSTA:

    Olá Thais Docki,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja sendo útil na sua necessidade de obter maiores e melhores conhecimentos. Volte sempre que desejar ou precisar, será um prazer tê-la neste espaço.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  29. joao Paulo Med Says:

    oi..Marcos ,obrigado por ajudar pessoas como eu que nao sabemos de nada a conseguir resultados stisfatorios…eu comprei uma canon sx30 ,,,para bater fotos pra uma loja virtual que estamos montando , e trabalho com decoracao artesanal…e impot tambem…mas nosso forte é o ertenato Brasileiro….preciso de sua ajuda para bater fotos com mini estudio caseiro…estou usando o macro da minha camera que por sinal é muito bom…mas as outras regulagem dela nao estou conseguindo obetr bons resultados..ou estou fazendo coisas erradas
    quando tiver um tempo me ajude por favor….obrigado mais uma vez e DEUS te abencoe…..joao pualo

    RESPOSTA:

    Olá João Paulo,

    Fotografia de STILL - este é o nome deste segmento fotográfico -, não é tão fácil quanto se imagina. Antes de tudo precisa-se ter um certo conhecimento mínimo e essencial sobre fotometria (ISO, velocidade de obturação e abertura), além de um aparato de iluminação, que dependendo do produto a ser fotografado, pode ser bastante elaborado e técnico.

    Não serei insincero contigo afirmando que poderia lhe ajudar à distância, até mesmo porque não saberia sob que condições reais estaria fotografando seus produtos, além de já afirmar-me que nada conhece sobre técnicas fotográficas.

    Meus conselhos seriam dois:

    1) participe de um workshop de fotografia que lhe dê um alicerce básico para fazer suas fotografias, algo que certamente não se aprende em apenas breves explicações (te afirmo isto);

    2) Se não desejar fazer esse WS por agora, até mesmo porque deve ter certa urgência de que essas fotos sejam executadas, minha recomendação é que contrate um profissional da fotografia que conheça sobre este segmento. Tenha em mente de que a foto será um elemento importante, e talvez decisivo, e assim compor o portfólio de venda e marketing, portanto, entendo que o tratamento tem que ser criterioso para esta fase do seu projeto.

    Espero ter esclarecido alguns pontos que julgo importantes.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  30. Neemias Says:

    Olá Marcos,

    Primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo artigo: bem completo e de fácil entendimento para leigos (como eu). Estou fazendo uma tenda de tamanho maior que o especificado no artigo (em torno de 60 x 60 x 60). Teria condições especiais? Tipo: potência maior da lâmapada? menor distância da mesma ao studio?

    RESPOSTA:

    Olá Neemias,

    Obrigado por visitar o blog e por sua participação por este comentário, além das suas palavras elogiosas.

    Sobre as questões dos materiais que serão empregados em seu mini-estúdio nas medidas que comentou, basta comprar a quantidade de material que supra a confecção do projeto, sem ferir a sua eficácia. Quanto as lâmpadas, essas ainda podem se manter nos 25 watts. E em relação a distância que devam ficar, apenas recomendo que não seja inferior a 50cm, pois inevitavelmente irá provocar uma sobra mais dura, mesmo em se tratando de lâmpada fria.

    Espero que alcance seus objetivos, e fique a vontade em voltar ao blog.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  31. Tatiana Says:

    Marcos,

    Muito obrigada por compartilhar essa idéia conosco, não sou profissional e estou há semanas tentando tirar fotos de bijoux e nenhuma satisfatória. Seu post me deu novo impulso para tentar tirar fotos novamente rsss. Fiz o mini estúdio e tenho tb uma tenda fotográfica, mudarei a potência da lampada para 25 watts. Estava usando uma de 34 watts. Outra coisa que gostaria de sua opinião é em relação a máquina, a minha é doméstica, a TX-5 Sony. Será que é por isso o meu fracasso nas fotos (ficam fundo cinza ou quando adiciono mais luz, não é possivel ver o produto pelo brilho). Devo adquirir uma máquina mais profissional? Tem alguma indicação? Um grande abraço e tudo de bom para você :)
    RESPOSTA:

    Olá Tatiana,

    Obrigado por visitar meu blog e prestigiá-lo com a sua atenção.

    A fim de oferecer-lhe uma gama mais detalhada sobre fotografia de still, em especial sobre o produto que busca fotografar, bijouterias, deixo aqui a dica do site http://store.tabletopstudio-store.com/ , na minha opinião o melhor e mais versátil site de informação sobre este segmento de fotografia (dá dicas de técnicas e ainda recomenda produtos).

    Tenho certeza que estará bem servida de informações para sanear suas principais dúvidas.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  32. Pedro Henrique Says:

    Olá Marcos!
    Eu construi um mini-studio como este acima para tirar algumas fotos na empresa que trabalho, esta sendo ótimo! Praticamente sem custo, e com muita eficiência!
    Obrigado e parabéns pelo seu trabalho!

    RESPOSTA:

    Olá Pedro Henrique,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja sendo útil na sua necessidade de obter o manual em português.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  33. Thiago Says:

    Fala Marcos, tudo bem?

    Realmente muito bom seu topico.

    Fiz um aqui… para uma maior durabilidade, fiz com aquelas caixas de artesanato em MDF cru (3mm) em 30×30x30. Utilizei duas lampadas no teto e uma em cada lado da caixa do tipo LED (dicroicas LED). O resultado ficou bom nas fotos de objetos como joias e outras miudezas.

    O problema foi no papel vegetal como “difusor” da iluminação. A principio estou tendo problema de “sombras” em alguns angulos de certos objetos.

    Sou amador em fotografias. Meu projeto aqui não tem espaço para colocar lampadas fluorescentes de 25w.

    Nesse caso voce recomenda alguma lampada especifica de tamanho menor?

    Muito obrigado e mais uma vez parabens pelo topico e site.

    RESPOSTA:

    Olá Wellinghton Nascimento,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja sendo útil na sua necessidade.

    Sobre as sombras que se apresentam, existe no mercado uma lâmpada fluorescente branca em formato de espiral de 25w, a qual recomendo adquirir, em especial porque possue o rosqueamento em bocal idêntico ao de lâmpadas comuns. Considerando o tamanho do seu box de still, sugiro adquirir também aquelas luminárias de mesa para escritório com haste flexível, que possibilita o posicionamento num ângulo mais ideal possível. À frente da cuba dessa luminária, coloque uma proteção dupla de tecido TNT como difusor de luz,o que certamente diminuirá de forma drástica o aparecimento de sombras, desde que obedeça uma distância mínima de 40 a 50 cm. Com essas alterações, e praticando o ajuste de fotometria correta, certamente terá uma boa evolução nos resultados.

    Outra dica que acredito ser de grande utilidade, é fazer uma visita ao site http://store.tabletopstudio-store.com/, onde encontrará ótimas orientações para execução de variados tipos de fotografia de still, inclusive com recomendações para aquisição de equipamentos de iluminação sob um olhar mais profissional.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  34. Andreia Says:

    Ola Marcos!

    Estou começando no mundo da fotografia e gostaria de parabenizá-lo pelo blog!

    Estou fazendo curso e é esse studio “caseiro” será perfeito para praticar!

    Abraço!

    RESPOSTA:

    Olá Andreia,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  35. Regina dos Anjos Says:

    Ouvi falar desse trabalho na semana passada, uma pessoa que conheci me falou desse Studio “pardal”, como ele não sabia indicar o site fiquei algumas horas te procurando. Quem que te encontrei.

    Vou montar essa peça mas tenho uma dúvida, alguns produtos que tenho que fotografar tem altura de 1 metro, muda alguma coisa se montar a cx com altura de mais ou menos 1,40 de altura ? Poderia me informar se souber, se a largura poderia ser proporcional?

    Vale mais uma perguntinha? Posso montar a caixa de madeira devido as dimensões?
    Quero agradecer a sua ajuda . . abraços
    regina dos Anjos

    RESPOSTA:

    Olá Regina dos Anhos,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja sendo útil na sua necessidade.

    Sobre iluminação de still para objetos maiores
    Obviamente que a sugestão estilo “tabajara” que está no post tem suas limitações, e por isso, quando as proporções do objeto a ser fotografado aumentam, todo o aparato de iluminação e estrutura deve ser reavaliado para atender com a eficiência necessária o trabalho fotográfico.

    Você comentou apenas a estatura do objeto, 1 metro, mas apenas a altura não compõe um valor do que seria necessário, pois deve-se considerar o volume e a “geografia” que deste objeto. Considerando a sua proposta de construção de uma caixa maior para execução do trabalho, com este tamanho de objeto eu sugeriria fazer as fotos em uma mesa de still, com um aporte de iluminação próprio para essa modalidade, que inclusive deverá ser de maior potência, mas sempre atentando para o uso de difusores (leia este post no meu blog, será bastante esclarecedor).

    Espero ter ajudado de alguma forma. Volte sempre que desejar ou precisar.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  36. Vivaldo Santana de Lima Says:

    Valeu, amigo, pela dica. Sou fotógrafo social e nunca fiz fotos still. Também não “vivo” dos meus clic’s pois sou Servidor Público e não dedico muito tempo às fotos. Contudo fui chamado para fazer fotos de produtos de padaria para o site da empresa e só então procurei me inteirar do assunto com uma solução barata e satisfatória. Acho que já resolvi meu problema de acordo com os ensaios que já fiz usando suas dicas. Abraços do “Goiás”! Valeu mesmo!!! Vivaldo

    RESPOSTA:

    Olá Vivaldo Santana de Lima,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  37. mariana Says:

    Olá Marcos,

    fiquei na duvida sobre a iluminação, vc fotografou somente com a luz existente no local, tipo a lâmpada acima do objeto que invadia a caixa? fotografou no tripé com uma exposição maior, isso? ou vc usou algum tipo de flash externo para auxiliar?
    eu fotografo alguns produtos e minha maior dificuldade é obter uma boa luz em todos os objetos pq são super variados, alguns bem reflexivos outros opacos, efim.
    obrigada, aguardarei seu retorno

    RESPOSTA:

    Olá Mariana,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar. Respondendo seus questionamentos:

    Iluminação
    Deve ser conforme instruído no post: “Para ter um efetivo rendimento de boa e equilibrada luminosidade, é necessário o uso de 03 (três) pontos de luz fria fluorescente, que pode ser aquela lâmpada caseira de 25w, os quais se limitam ao teto do mini estúdio e nas laterais.”

    Tripé
    O uso do tripé é necessário, pois sem ele perde-se a nitidez nos detalhes do produto.

    Flash
    No caso das fotos que fazem parte do conteúdo do post, em nenhuma delas ocorreu o uso de qualquer espécie de flash. Porém, se quiser usar flash poderá fazê-lo, desde que seja equipamento de iluminação próprio para estúdio de still (não adianta usar flash externo do tipo que se encaixa na parte superior da câmera, e flash incorporado menos ainda, pois os resultados ficam péssimos). A compensação na luminância da foto e no produto, deve ser feita com o ajuste mais adequado do ISO, aliado a uma compensação de exposição… faça uma ou duas fotos para achar qual a exposição se encaixa em suas necessidade de fotografia.

    Produtos com superfície reflexiva
    Esses tipos de produtos são verdadeiros desafios para os fotógrafos que fazem still, pois demandam o uso de luz de estúdio e uma boa dosagem de conhecimento técnico para executar o trabalho. Sugiro aprofundar-se numa leitura mais rebuscada. Deixo uma dica de sugestão didática: http://www.tabletopstudio.com/ .

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  38. Ricardo Says:

    Marcos, boa noite.

    Gostaria de saber, você pintou a caixa antes de cortá-la nas laterais e em cima?? Qual a cor?
    Desde já, grato a atenção

    Grande abraço

    RESPOSTA:

    Olá Ricardo,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma.

    Sobre sua dúvida em relação a cor do interior da caixa do mini-estúdio caseiro, recomendo que seja pintado de branco quaisquer partes que estejam expostas e que não correspondam a esta cor. A razão da recomendação é pelo fato de que a luz rebatida pode refletir no objeto quaisquer cores que existam no entorno dele, é por isto que se recomenda prevalecer a cor branca no interior da caixa (quando fiz meu mini-estúdio, não cheguei a pintar algumas pequenas superfícies de papelão que aparecem no interior, mas o correto é que se pinte).

    Espero tê-lo ajudado de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  39. Ricardo Says:

    Marcos desculpe-me…
    Primeiramente gostaria de parabeniza-lo pelo excelente blog e dicas.
    Sou amador e gosto de fotografias por Hob, tenho uma Nikon 5100.
    Seu blog já está no favoritos.
    grande abraço

  40. Luiz Montenegro Says:

    Boas fotos. Também fiz um mini estúdio TABAJARA e obtive resultados muito bons. Veja em : http://luizmontenegro.blogspot.com/2011/08/tentativas-erros-e-acertos-com-still.html

    RESPOSTA:

    Olá Luiz Montenegro,

    Realmente, os resultados postados no seu blog foram bastante satisfatórios. Parabéns ;o))

    Vou deixar aqui o link do post sobre o Mini Estúdio caseiro: http://www.marcosmattos.net/blog/?p=129

    Espero que seja útil para outras pessoas, assim como foi para você. Obrigado por ter visitado o meu blog, volte sempre que deseja ou precisar.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília, Brasil

  41. danyel Says:

    caro colega de profissão, estou criando um site aos poucos e colocando conteúdos para ajudar aos demais curiosos como nós. Devido a isso, achei bem completo seu tuto e coloquei no meu site, lhe citando. Espero que não se importe.
    Se quiser de uma olhada.

    abraços
    Danyel Novaes

    Olá Danyel Novaes,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo

  42. Vinicius Says:

    Olá Marcos, utilizei o modelo de seu estudio em minha fotos mas a minha principal duvida é sobre a iluminação, comprei as luminarias de mesas com hastes flexiveis para a iluminação e utilizei lampadas eletronicas em espiral de 15W que eu tinha em casa, mesmo assim ainda há sombras duras em minhas fotos, estou pensando em adquirir lampadas de 45 W para as fotos mas não sei se é muito ou se uma de 35 W já é o suficiente?
    Seu post me ajudou muito em minhas fotos, pode ter certeza que voltarei mais vezes em seu blog.
    Obrigado.

    Olá Vinicius,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Sobre a potência das lâmpadas
    Como já é sabido, luz é o principal elemento na construção de uma fotografia, logo, se quiser adquirir lâmpadas frias de maior potência, pode apostar que isto lhe trará um conforto de fotometria muito maior, possibilitando inclusive o uso de uma maior velocidade de obturação e redução do ISO, fatos que irão tornar suas fotos mais ricas em detalhes e com elevada redução de uma possibilidade de ruído (muito comum a partir de ISO 1600… o ideal é conseguir fazer a foto com ISO 100, e para isso, acrescentar mais luminosidade só favorecerá). Existe uma lâmpada fluorescente com rosca E27, igual as lâmpadas domésticas, que possui 127w de potência, com temperatura de 5500K daylight (eu comprei duas), e que equivale a luminosidade de uma lâmpada de 500w. Por se tratar de um produto importado, o preço fica meio salgado - R$ 89,00, cada - convém pesquisar o preço, mas fique atento em relação a voltagem da lâmpada, a fim de que não seja diferente da voltagem usada na rede elétrica da sua cidade.

    Espero ter ajudado de alguma forma.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  43. Junior Says:

    Ficou muito boa. Parabéns pelo ‘projeto’ e pela qualidade do resultado final. :)

    Olá Junior,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  44. Julio Says:

    Parabéns por compartilhar sua idéia.
    Acabei de montar meu mini studio. Peguei uma caixa de papelão (50×25), e como tinha sobrando 4 spot acabei fixando nas duas laterais, no teto e na base para ter o efeito de contra luz. Ai recortei outro pedaço de papelão em forma de um arco invertido com pano tnt fixado nas laterais e no teto. Acredito que a luz do teto do papelão esteja muito próximo devido ao tamanho do papelão. Então gostaria que vc indicasse qual lampada seria ideal para o meu studio. Irei fotografar joias como anel, brinco, colares…
    Mais uma vez parabéns pelo post.
    Abraços!

    Olá Julio,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Sobre questões de luz do mini estúdio
    Usando a potência sugerida no post, não menos que 25w (essa potência é a que está no corpo da lâmpada), não haverá problema algum, muito pelo contrário, vai oferecer uma luminosidade bem satisfatória para fotografar suas jóias. A única coisa que me preocupa é a profundidade desproporcional em relação a altura e largura. Se você observar no mini estúdio sugerido por mim, a profundidade é de 40cm (15cm a mais que o seu). É muito importante ressaltar que os resultados obtidos e documentados pelas fotos que estão publicadas no post, são todas obedecendo as medidas e potências de lâmpadas (e olha que eu usei apenas um ponto de luz, imagine se eu tive usado os três, rsrs).

    Faça o teste e veja se consegue obter resultados satisfatórios com as suas medidas, e se achar que está igual as fotos publicadas no blog, mande-as por e-Mail para que eu possa publicar.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  45. Julio Says:

    Corrigindo: 50 cm de largura, 25 cm de profundidade e 33 cm de altura.

  46. S.N Says:

    Boa tarde.
    Eu ando a tentar fazer um catálogo para uma empresa de acrílicos e tenho uma maquina fotografica Canon PowerShot A3350IS e agora so me falta o fundo.
    Já utilizei vários fundos mas todos brilham quando tiro a fotografia com flash.
    Vi que várias pessoas dizem que a flanela e a folha de EVA são boas para tal.
    Mas ainda não utilizei nenhuma delas ainda, pois não quero comprar nenhum tecido para depois ver que não funciona.
    Um dos problemas é que o acrílico é uma material muito complicado de tirar algumas fotografia pois nota-se todas as sombras e brilhos de flashes.
    Podereia-me indicar um tecido que fosse optimo para estes casos e onde poderia adquirir cá em Portugal, pois não vivo no Brasil.
    E qual seria o melhor software para poder organizar perfeitamente as imagens.

    Muito obrigada pela atenção
    Aguardo uma resposta
    Cumps.
    Soraia

    Olá Soraia,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Sobre qual fundo é mais adequado
    Vejo que está usando uma câmera compacta para fazer suas fotos de still, o que já traduz uma maior limitação técnica, mas necessariamente não impedirá de alcançar seu objetivo.

    Fotografar peças acrílicas, assim como qualquer objeto de superfície reflexiva, é realmente um grande desafio. E pelo o relato da sua dificuldade, já posso detectar um erro no procedimento: você está usando o flash embutido da sua câmera (vou falar disto mais adiante).

    Existem várias possibilidades de fundo infinito para se conquistar uma boa aparência na fotografia de still, em especial quando for liso (sem texturas ou estampas). Dentro deste aspecto, você precisa determinar qual a cor de fundo infinito fica mais adequada para determinado tipo de peça acrílica (ex: fotografar uma peça acrílica transparente à frente de um fundo branco, requer uma boa estratégia na manipulação e incidência da luz).

    Em regra, até mesmo pela melhor suavidade deste fundo, o ideal é optar por tecidos ou superfícies que possuam “porosidade” na superfície, jamais os que emitam reflexos de qualquer natureza. Minhas sugestões são:

    1) TNT (aquele que tenha fibras menos vazadas, pois existem vários tipos e qualidade, e quanto mais consistente, melhor será o resultado);
    2) Flanela (de superfície mais lisa e equilibrada);
    3) Folha de fórmica (de superfície fosca);
    4) Tecido Oxford;
    5) EVA (de boa qualidade, ou seja, que não tenha partículas de elementos reflexivos, como é o caso de algumas de má qualidade);
    6) Madeira, sendo que esta terá o trabalho de produzir o fundo curvo no encontro das paredes do fundo infinito, que devem ser pintadas com tinta fosca (na cor que julgue ser adequada para melhor destaque do seu produto), lembrando que neste caso, o ideal é que esta peça deva ser feita por um marcineiro, e obviamente terá um custo mais alto.

    Sobre o uso de flash da câmera
    Definitivamente não deve ser usado neste tipo de fotografia, já que o flash da sua câmera compacta possui uma luz intensa, dura e irregular, provocando uma iluminação completamente inadequada para este tipo de trabalho (além de produzir sombras indesejáveis.

    Em fotografia de still, o grande segredo é o uso de vários pontos de luz contínua branca fluorescente, num mínio de três pontos, como sugerido em meu post, ou seja, um em cada lateral e um na parte superior. A potência de cada lâmpada não deve ser inferior a 25w reais (designado na lâmpada), e não 25w relativos a potência de uma lâmpada de luz incandescente, em Portugal conhecida como “Lâmpada Elétrica”. As lâmpadas fluorescentes são as mais indicadas para este tipo de fotografia, pois não “aquecem” a cor original do produto e não produzem as sombras duras, que são indesejáveis nos resultados fotográficos.

    É importante ressaltar que, quanto mais potência de luz colocar no seu sistema de iluminação, melhor será a qualidade das fotografias, em especial porque eleva a velocidade de obturação, que melhora a precisão dos detalhes, e possibilita a redução do valor de ISO (ISO 100 é o desejável, pois à medida que se eleva o ISO, maior será a incidência de ruído e consequente perda dos detalhes na fotografia). Existe disponível no mercado, lâmpadas fluorescentes brancas (luz do dia) com potência superior a 25w reais, portanto, opte em comprá-las, os resultados serão bem melhores. Todavia, caso a potência da lâmpada venha a produzir sombras visíveis, decida por um desses procedimentos (considere ajustar a abertura da câmera em f/8, pois também contribuirá na melhor definição dos detalhes do produto):

    1) Aumente a densidade do tecido difusor que está à frente da lâmpada (se estiver usando TNT como difusor, acrescente camadas desse tecido até alcançar o resultado ideal);
    2) Afaste gradativamente o ponto de luz do mini-estúdio, ou da mesa de still (se for o seu caso).
    3) Aumente a velocidade de obturação (lembrando que a velocidade de obturação máxima da sua câmera é de 1/1600).

    É válido informar que, em fotografia de still, o posicionamento e intensidade desses pontos de luz podem (e vão) transportar para foto uma determinada leitura de textura e profundidade, logo, estude o “movimento” desses pontos de luz até observar que a leitura tenha alcançado o objetivo visual de mensagem que pretende imprimir para o objeto que está sendo fotografado.

    É isto… espero tê-la ajudado de alguma forma.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  47. Marcelo Oliveira Says:

    Olá Marcos,

    Gostei da solução dada para o mini estúdio. Não cheguei a ler todas as respostas e posts, mas fiquei com uma dúvida em relação as lâmpadas. Quando você sugere lâmpadas fluorescente do tipo caseira, seriam aquelas de bocal ou as compridas que precisam de reator ?

    Abraços e parabéns pelo artigo,
    Marcelo.

    Olá Marcelo,

    Obrigado por visitar o meu blog, espero que ele continue te ajudando como eu imagino estar.

    Sobre o tipo de lâmpada fluorescente
    Então… a lâmpada que eu utilizo é aquela que usamos dentro da residência, que rosqueia num bocal comum, também conhecido como bocal “E27″, que é o termo técnico. Devido a sua pergunta, notei que este detalhe não ficou bem claro, razão pela qual estarei atualizando o texto.

    Sobre a potência
    Eu sugeri no blog que seja de 25w para cada uma, lembrando que esta potência deve ser a real da lâmpada, e não a equivalência a uma lâmpada comum incandescente (aquelas tradicionais).

    Com a entrada deste tipo de lâmpada no mercado brasileiro, as variações de potência acabaram se sucedendo para atender a demanda daquelas pessoas que precisam de maior luminosidade no ambiente. Daí, também é válido optar por lâmpadas de maior potência, o que apenas favorecerá numa fotografia cada vez mais rica de detalhes, afinal, uma boa luz é o principal elemento que favorece para se obter ótimas fotografias.

    É isso aí… espero ter-lhe esclarecido à contento.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  48. Marcelo Oliveira Says:

    Olá Marcos,

    Mais uma dúvida. O TNT poderia ser trocado pelo papel vegetal ? Existem vários tipos de gramatura desse papel e queria saber se o mesmo teria o mesmo efeito que o TNT.

    Obrigado,
    Marcelo.

    Olá Marcelo,

    Olha… eu não testei com o papel vegetal, justamente pelo fato dele ser disponibilizado no mercado em várias gramaturas, algo que possivelmente poderia criar um impedimento desnecessários, pois nem todas as papelarias disponibilizarão todas elas. Ademais, considerando o contexto técnico de acessórios fotográficos para difusão de luz, em sua maciça maioria é o TNT que é utilizado, quanto muito um tecido similar a este, apenas sendo dotado de melhor qualidade. Considere que a consistência de um papel vegetal é bastante espessa para tal finalidade de uso, que seria a de fazer difusão, e não a retenção da luz, o que provavelmente vai acontecer, ou seja, prejudicará um pouco a luminosidade da lâmpada.

    Como sou um experimentador entusiasta, nada impede que você experimente o papel vegetal, mas, é saudável que depois também absorva a experiência no uso do TNT, sendo que neste segundo a performance fotográfica atingirá melhores resultados.

    Abração.

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  49. Evandro Freitas Says:

    Boa noite, primeiramente gostaria de parabeniza-lo pelo blog, muito interessante, ajuda demais pessoas como eu que não entendem nada…rsrs
    Fabrico alianças de prata e ouro, e jóias em geral, acabei de adquirir uma CANON EOS XTI, comprei de um amigo, será que consigo fazer boas fotos??

    Desde já agradeço pela ajuda com o blog.

    Obrigado.

    Olá Evandro Freitas,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Sobre o seu questionamento, se seguir as orientações contidas no post, é certo de que irá conseguir fazer boas fotos.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  50. rosangela Says:

    Ola…
    Otima dicas suas, obrigada.
    Estou fazendo com acessorios, acessorios beleza usei o estudio, otimo, as fotos ficaram lindas.. agora a outra parte envolve oculos de sol, preciso de 3 a 4 fotos de cada oculos de sol, angulos diferente, vixi.. ai ficou muito ruim.. cheio de reflexos, as fotos precisam todas estar no mesmo angulo, nao consegui, nada.
    So para lembrar a minha maquina e uma Sony Cibershot DSCW220- DIGITAL CAMERA.( muito simples) - desculpe.

    RESPOSTA:

    Olá Rosangela,

    Ao contrário do que muitas pessoas pensam, fotografia de still tem todo um preparo adequado para cada tipo de produto e tipo de mensagem que queira embutir na imagem que está sendo produzida. Existem alguns produtos que demandam uma gama de manuseio da luz mais forjado em conhecimento técnico, como é o caso de jóias, produtos vítreos ou com superfície reflexiva (que é o caso dos óculos). Infelizmente é totalmente estéril qualquer tentativa que eu faça para te explicar determinados conceitos de iluminação, algo que se aprende somente com a manipulação “in loco”, ou seja, eu precisaria estar presente para explicar-lhe algumas das razões que fazem o mini-estúdio ser algo limitado para determinados trabalhos. É bom lembrar que a minha sugestão é somente à título de aguçar a criatividade, e a partir da idéia conseguir alcançar resultados bem satisfatórios para se fazer determinadas fotos.

    Quando o produto a ser fotografado exige maior e melhor elaboração estrutural, é certo que não conseguirá fazê-lo com este mini-estúdio, e daí precisará de lançar mão de alguns aparatos de iluminação próprios para se conseguir bons resultados para determinados produtos. A minha sugestão é que continue usando e abusando da criatividade, rs, até que consiga encontrar uma saída inovadora. Se não conseguir no improviso, aí é o sinal de que terá mesmo que investir em alguns equipamentos de iluminação.

    Espero tê-la ajudado de alguma forma.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  51. maria helena Says:

    gostaria de saber como coloco as lampadas essa parte eu não entendi. Abraço!

    Olá Maria Helena,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Como colocar as lâmpadas no mini-estúdio?
    Acompanhando a linha da idéia criativa do mini-estúdio, você pode optar por comprar 03(três) luminárias daquelas de haste flexível, muito usada sobre mesas (vai aumentar o custo, rs), ou mesmo usar da própria criatividade para baratear o custo (crie… invente… mas de forma segura, a fim de evitar choques elétricos). É fundamental, para se ter bons resultados, que sejam usadas 3 (três) lâmpadas fluorescentes (luz fria, day-light), uma em cada lateral e a outra restante na parte superior do mini-estúdio (todas pela parte externa).

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  52. José Augusto Says:

    Muito legal sua idéia. Sou completamente leigo em fotografia e vou fazer este mini estudio pra tirar umas fotos um pouco melhores pra uma loja virtual. Minha máquina não é lá essas coisas mas improvisei umdia com papel sulfite, sem nada de melhorias em iluminação e o resultado foi muito melhor. Agora com essa sua idéia genial achoq ue vai ficar melhor ainda. Mais uma vez obrigado.

    Olá José Augusto,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  53. Roberto Says:

    Gostei da sua ideia de mini Studio. Vou preparar um, para fotografar meus bolos.
    Valeuuu!

    Olá Roberto,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  54. Bruno Says:

    Bom dia Marcos,

    Para fotografar jóias eu posso usar essa mesma estrutura ou tenho que fazer algumas modificações?

    Aguardo Resposta
    Att
    Bruno

    Olá Bruno,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Sobre fotografar jóias
    Na verdade, fazer still de jóias requer mais um manuseio e instalação de aparato de luz que busque valorizar a jóia. Portanto, seria perverso da minha parte dizer que o mini estúdio seja adequado para fotografar jóias. Existe um site norte-americano que é muito dinâmico em explicar como se faz fotos de jóias, explicação esta que é fracionada em três modalidades. CLIQUE AQUI para conhecê-lo, tenho certeza que vai evoluir muito as suas idéias (se não domina o idioma inglês, use o navegador Chrome, o qual fará a tradução imediata de todo o conteúdo do site, alguns segundos depois de acessar o link).

    Espero ter ajudado.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  55. Gileno Aguiar Says:

    Boa Tarde!
    Marcos eu tive que voltar aqui pra lhe agradecer.
    Não trabalho profissionalmente no ramo da fotografia, mas gosto muito de fotos com qualidade.
    Recentemente, minha noiva e eu começamos a trabalhar com jóias pra garantir uma renda extra, e optamos por montar uma lojinha virtual, já que nós trabalhamos e não teríamos tanto tempo pra dedicar a esse novo empreendimento.
    Então como gosto muito de fotos, resolvi fotografar as peças para a futura divulgação. Logo, tive bastante dificuldade em fotografa-las, uma vez que a luminosidade, quando não era intensa demais era bem fraca, então não mostrava direito as devidas cores. E tinha também uma grande dificuldade com relação ao local para fotografar.
    Então com a necessidade de aperfeiçoamento das fotos, fui em busca de uma solução, a qual encontrei em seu blog. E como os equipamentos para este ramo tem um custo muito alto, este mini estúdio caiu super bem e na hora certa.
    As fotos que eu tirei não ficaram ótimas devido a alguns fatores, como a ausência de uma câmera dslr (uso uma cyber-shot 8.1mp da sony), ausência de um profissional (sou eu), ausência de edição (não possuo os programas e nem sei manusear). Mas mesmo sem estes recursos tão essenciais, particularmente eu gostei dos resultados. Comparando com as fotos anteriores então, estão ótimas.
    E como gosto muito de fotos, estarei sempre atras de aprimorar os conhecimentos no ramo, e sempre que puder comprar um equipamento ou outro.
    Como estou começando agora de forma bem amadora, estou aberto a dicas e sugestões.
    Então Marcos, eu tinha que vir aqui lhe agradecer pelas dicas as quais foram muito úteis.
    Muito Obrigado, e sucesso na sua carreira!

    Olá Gileno Aguiar,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  56. Cláudia Gomes Says:

    Olá Marcos
    há um tempo atrás construi um mini estúdio pra tirar fotos das peças artesanais q faço, sou artesã e tenho uma loja virtual. Um dos sites q pesquisei esse assunto foi o seu. Como pretendo colocar uma postagem no meu blog sobre como tiro as fotos pra minha loja virtual, gostaria de saber se posso colocar um link para seu site, para essa postagem sobre o mini, para as pessoas terem mais informações. Desde já onbrigada.

    Olá Cláudia Gomes,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Sobre o Link
    Sinta-se à vontade em fazê-lo, penso que a publicação deve ser dividida com os interessados em fotografia (apenas não se esqueça de dar os devidos créditos).

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  57. Cláudia Gomes Says:

    Olá Marcos
    Coloquei seu link no meu blog, fiz uma postagem sobre fotografar artesanato.
    Grata

    Olá Cláudia Gomes,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  58. Cristina Says:

    Bom dia, Marcos,

    Parabéns pelo blog, preciso fazer umas fotos de joias e seu blog foi uma benção!!

    Olá Cristina,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  59. Cleyson Says:

    Bom dia Marcos,

    Se substituir a caixa de papelão por uma caixa de madeira podemos obter os mesmos resultados ?

    Muito bom o Site.

    Olá Cleyson,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Madeira ou papelão?
    Desde que você obedeça as orientações estabelecidas em relação ao acabamento, ser de papelão ou de madeira, apenas interferirá na resistência da estrutura, nada mais que isto.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  60. Samir Says:

    Olá Marcos, boa tarde.

    Muito bom seu tutorial. Nesse final de semana eu fiz a minha tenda difusora caseira.

    Com esse equipamento:
    http://www.flickr.com/photos/samirweres/7474241074/in/photostream/

    Consegui fazer esse resultado:
    http://www.flickr.com/photos/samirweres/7473825544/in/photostream/

    Um abraço e continue com esse belo trabalho.
    Samir.

    Olá Samir,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Parabéns pelo resultado, agora é só trabalhar no aperfeiçoamento. ;o))

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  61. Gileno Aguiar Says:

    Bom dia Marcos,
    Estou pensando em comprar uma câmera, e me simpatizei pela sony nex-c3..
    Gostaria de saber a opinião de uma pessoa que entende mais do assunto.. O que você acha desta câmera? seria uma boa escolha? e se você teria uma outra a me indicar?
    Obs: Não trabalho profissionalmente, quero tirar fotos de joias q vendo!

    Desde já agradeço!

    Olá Rogério,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Sobre a Sony Nex C3
    Não trata-se de uma simples compacta, afinal, ela possui alguns detalhes que a torna bem diferente de suas “irmãs comuns”, sendo o principal deles a possibilidade de cambiar as lentes. “À princípio ela atenderia de maneira relativa sua pretensão inicial, que é a de fotografar jóias, mas, o que mais me incomoda em relação a este modelo, é o preço que está na média de R$ 1.500,00. Com um pouco mais de investimento, você compraria uma câmera DSLR Canon 550D (T2i) + uma lente Canon EF-S 18-135mm f/3.5-5.6 IS, a qual possui um sensor maior (significa mais qualidade real na fotografia), além de ter uma lente com range de distância focal de 18mm (grande angular) até 135mm (um tele-zoom que não é de se desprezar). O que eu quero te explicar com isto? A Sony ainda continua sendo uma compacta, só que está “turbinada”. A câmera que eu te indiquei é uma DSLR com sistema reflex e com uma gama de recursos infinitamente maiores que a Sony. Daí eu penso, se vai investir R$ 1.500,00 numa câmera compacta, é muito mais sensato colocar mais uns R$ 700,00 e levar uma “Ferrari”, rsrs.

    É isto… espero ter te ajudado de alguma forma.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  62. Elson Says:

    Olá Marcos, parabéns pelas dicas; as pessoas não egoistas como vc sempre tem sucessos na vida. Fazendo esta caixa é possível fotografar bem com uma Nikon D3100? Forte abraço. Elson

    Olá Elson,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    “É possível fotografar bem com uma Nikon D3100?”
    Sim, com certeza… vá em frente!

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  63. Isabela Says:

    Ola Marcos,

    Amei suas dicas e estao sendo d otima valia. Estou montando um site da minha loja e suas dicas vieram em otima hora!
    So uma duvida… pra ficar perfeita q nem as suas, eu tenho a camera sony cybershot. Essa camera serve? vc tem algumas dicas d como usar essa maquina? Tipo, nao ficar com um extra brilho, as fotos sairem com reflexo , etc…
    Obrigada! Sua dica eh de grande valia!!!
    Abracos
    Bela

    Olá Isabela,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Sobre a sua câmera
    Disse-me apenas que trata-se de uma Cybershot da Sony (e o modelo, rs?). Bom, de qualquer forma não desanime, afinal, a grande maioria das pessoas que possuem uma pequena loja virtual, normalmente acabam usando câmeras compactas ou prosumers para fazer as fotos dos produtos (estão iniciando, por isto não investem em equipamentos, rs). Saber como lidar com uma câmera, não é basicamente apenas ler o manual, que ajuda bastante, mas é necessário se ter um conhecimento mínimo de fotometria para entender como se faz uma foto de still ficar bacana. Não creio que, se eu começasse a falar sobre valores de ISO, abertura e de exposição, iria entender de pronto minhas explicações. Outra coisa muito comum nas câmeras menores, especialmente as compactas, é a sua real limitação estrutural, mesmo com toda a tecnologia que muitas delas carregam dentro de si. A câmera que uso possui um outro comportamento e enorme vantagem sobre as “pequeninas”, portanto, as explicações que eu te daria aqui seriam adequadas para uso numa DSLR, que não é o caso da sua. Mesmo assim, me informe o modelo da sua SONY… e vou mais longe, aconselho estudar um pouco mais sobre fotometria, de forma a alcançar o rendimento pretendido para suas fotos.

    Brilho e reflexos nos produtos
    Está aí uma outra parte da fotografia que você precisa igualmente estudar e compreender. Até mesmo fotos feitas num mini estúdio rústico, precisam também de serem posicionadas e iluminadas com um mínimo de conhecimento em fotografia de still, não simplesmente “montar um caixote” e click, rsrs, a coisa também requer um certo domínio. Suas dificuldades estão pouco explicadas, de forma muito superficial, e realmente fica extremamente difícil (senão impossível) de eu “imaginar o que você esteja fazendo de fato”, me sentiria como um cego atravessando a rua, rs, ou seja, não estou ao seu lado para ver o que está fazendo de incorreto para poder orientá-la de forma certeira e específica. Quando você vê alguns dos meus leitores/frequentadores do blog falarem sobre suas experiências positivas depois que construíram o mini estúdio, é porque também todos eles já têm um certo conhecimento em fotografia, e viram na minha idéia publicada no post apenas uma forma de economizar algo em torno de uns R$ 1.500,00, que é a média de preço de uma mesa de fotografia de still (o maior objetivo do post é este, rs).

    É isto. Apesar de acreditar que vá ficar um pouco decepcionada com os meus esclarecimentos, é prudente ressaltar que eles foram realistas, ou seja, sem o conhecimento mínimo e necessário de fotometria, taxativamente não se faz fotos boas.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  64. alex Says:

    ola amigo parabéns pelo blog por favor poderia me ajudar tenho uma canon a 2300 e tenho que tirar fotos para meu site tirei algumas fotos com ela em um mini estúdio aqui feito de isopor e papel manteiga em volta, a foto em si ficou perfeita porem o fundo não ficou branco ficou meio azulado vc poderia me explicar porque fico no aguardo grato me add no msn

    RESPOSTA:

    Olá Alex,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Sobre o “seu mini estúdio”
    Infelizmente não poderei te orientar em relação ao seu problema, pois, pelo o que pude notar, você construiu um mini estúdio completamente fora daquilo que orientei em meu post aqui no blog. Por isto, e não sabendo qual seria o efeito da sua estrutura elaborada, e ainda sobre que tipo de esquema de iluminação utilizou (no meu esquema não uso flash, e sim luz contínua fria/branca), não posso sequer imaginar qual seria a solução para o seu problema.

    Minha sugestão é que siga rigorosamente o que foi instruído no meu post do mini estúdio, e certamente tudo dará certo, com a mesma qualidade exibida através da fotos que também estão publicadas.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  65. Karine Says:

    Muito bom! Belíssimas fotos, altíssima qualidade.
    Me tira uma dúvida: dá pra obter esse resultado usando flashes em vez de luz contínua nas partes laterais da caixa?
    Tenho 2 flashes sobrando aqui e queria colocar um de cada lado da caixa, em vez de luz contínua… dá certo?

    Parabéns pelo seu trabalho!

    RESPOSTA:

    Olá Karine,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Uso de flash no mini-estúdio
    Bom, em se tratando de flash, que é uma luz duríssima e bastante potente, acredito que até poderia dar certo, desde que você estudasse um esquema de posicionamento dos flashes, a fim de que não provocassem sombras (acredito que vá provocar sombra, em alguma parte do objeto). Ademais, a estrutura do mini estúdio foi idealizada para uma luz contínua de no máxima 50watts por cada ponto de luz, daí, imagine-se utilizando um flash de uns 100 watts de cada lado, rs. Não estou afirmando que não daria certo, mas, eu precisaria criar um experimento mais elaborado para “segurar” a potência de um flash (além da fotometria que muda completamente), e daí, o espírito do post perderia toda a sua essência, já que a idéia é focada para fazer um esquema que possibilite uma foto tecnicamente bacana e com baixíssimo custo.

    Tente… experimente… vai que dá certo, rs!

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  66. Renata Says:

    Ola, eu gostaria de saber se o tamanho da caixa altera o resultado? Pois fiz um mini estudio com uma caixa 25×25 para fotografar joias e só agora ví suas medidas.
    Comprei uma caixa super resistente e com a parte interna branca entao nao precisei pintà-la.
    Parabens pelas explicacoes, me ajudaram muito!!!

    RESPOSTA:

    Olá Renata,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Tamanho do mini-estúdio
    Sim, o tamanho da caixa faz diferença no resultado final. Todavia, como eu não conheço a caixa que você adquiriu, precisaria saber se está enfrentando problemas com essa redução de medida, e a descrição desses problemas. Só assim poderei ter uma base para oferecer alguma ajuda.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

  67. Charles Oliveira Says:

    Olá! Excelente, gostei das fotos, viu. Pode por gentileza, desenhar ou colocar onde posicionou as luzes?

    RESPOSTA:

    Olá Charles Oliveira,

    Obrigado por visitar meu blog, fico feliz que ele esteja te ajudando de alguma forma. Volte sempre que quiser ou precisar.

    Posição das lâmpadas
    Releia o terceiro parágrafo do artigo, nele eu informo o que me perguntou, rs.

    Abraço

    MARCOS MATTOS
    Fotógrafo
    http://www.marcosmattos.com.br
    Brasília-DF, Brasil

Leave a Reply

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>